16. EDUCACIÓN INTERCULTURAL, DESCOLONIALIDAD Y SISTEMAS DE CONOCIMIENTOS INDÍGENAS | RedFEIAL

16. EDUCACIÓN INTERCULTURAL, DESCOLONIALIDAD Y SISTEMAS DE CONOCIMIENTOS INDÍGENAS

A intenção dessa linha é dar destaque às investigações e experiências que abordem a educação intercultural e suas relações com os sistemas de conhecimentos indígenas, sobretudo no que diz respeito aos processos de escolarização e educação própria dos povos originários, no campo das ciências da natureza e da matemática.

No viés da interculturalidade crítica pretende-se dar relevância aos sistemas de conhecimentos indígenas e ressaltar a necessidade de retomada destes conhecimentos e de sua presença nos processos de ensino, para a construção de uma educação efetivamente Intercultural, crítica e descolonial, no âmbito dos países latino-americanos,

De modo más específico, a linha pretende recuperar experiências práticas e resultados de pesquisas no campo das ciências da natureza e das matemáticas, convencionalmente trabalhadas na academia sob rótulo das etnociências. Assim compreendendo esse campo como uma grande área de conhecimentos, serão bem vindos trabalhos  que se voltem às investigações sobre/com os sistemas de conhecimentos indígenas que contribuam para promover e fortalecer as reivindicações e ações dos povos indígenas, nos seus processos de construção de uma escolarização Intercultural e descolonial, que valorize os seus sistemas de conhecimentos e os considerem nas políticas educativas, na construção de matrizes curriculares e nos processos formativos de profissionais interculturais no campo em questão.

Coordinan: Ana Paula Purcina Baumann (Universidad Federal de Goias, Brasil), Arthur Ângelo Bispo de Oliveira (UNB, Brasil), Carlos Abs da Cruz Bianchi (Universidad Federal de Goias, Brasil), José Pedro Machado (Universidad Federal de Goias, Brasil), Katia A. Kopp. Lorena Dall´Ara Guimarães (Universidad Federal de Goias, Brasil), Shayana de Jesús (Universidad Federal de Goias, Brasil), Ruth Moya (Ecuador), Gerardo Simbaña (Ecuador), Antonia Manresa (Universidad Andina, Ecuador), Catalina Álvarez (Universidad Salesiana, Ecuador), Freddy Simbaña (Universidad Salesiana, Ecuador, Eloísa Carbonell (Universidad Salesiana, Ecuador) Enrique Riquelme (Universidad Católica de Temuco, Chile); Jader Agudelo  (Universidad de Antioquia, Colombia), Ana Padawer y Carlos Fernández